Variáveis que influenciam a escolha dos estudantes por cursos de pós-graduação lato sensu a distância na área de negócios

ID:
28996
Resumo:
Baseando-se na Teoria da Avaliação Orientada ao Usuário de Scriven o objetivo geral deste estudo foi identificar e analisar o grau de importância atribuído por estudantes brasileiros às variáveis que os influenciam nas escolhas por cursos de pós-graduação lato sensu a distância na área de negócios. A pesquisa é classificada como descritiva e utilizou-se de questionário eletrônico para levantamento dos dados, com a participação de 354 estudantes de cursos de pós-graduação lato sensu a distância na área de negócios, de algumas localidades brasileiras. O questionário foi composto de 16 variáveis para as quais os estudantes deveriam atribuir nota de 0 a 10. Os resultados indicaram que 04 variáveis tiveram média da nota acima de 9, sendo a variável flexibilidade o principal fator considerado pelos respondentes na escolha de um curso EaD. Assim, fica evidente que a possibilidade de poder estruturar o curso conforme sua disponibilidade de tempo é fundamental para os estudantes. Mas, dispor de um corpo docente capacitado (2ª variável mais influente) e de um currículo adequado às suas necessidades pedagógicas (4ª) também são características essenciais. Por fim, custo foi apontada pelos respondentes como a terceira variável mais importante. Alguns autores, inclusive, consideram-na decisiva na escolha dos estudantes em razão de os cursos EaD serem frequentemente mais baratos que os cursos presenciais. Verificou-se, ainda, que as mulheres atribuem maior valor às variáveis internas pesquisadas do que os homens. Além disso, constatou-se que a localização do polo de apoio é determinante para a escolha do curso.
Citação ABNT:
NASCIMENTO, E. M.; CUNHA, J. V. A.; MATIAS, M. A.; CORNACHIONE JUNIOR, E. B. Variáveis que influenciam a escolha dos estudantes por cursos de pós-graduação lato sensu a distância na área de negócios. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 8, n. 1, p. 73-95, 2014.
Citação APA:
Nascimento, E. M., Cunha, J. V. A., Matias, M. A., & Cornachione Junior, E. B. (2014). Variáveis que influenciam a escolha dos estudantes por cursos de pós-graduação lato sensu a distância na área de negócios. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 8(1), 73-95.
Link Permanente:
http://spell.org.br/documentos/ver/28996/variaveis-que-influenciam-a-escolha-dos-estudantes-por-cursos-de-pos-graduacao-lato-sensu-a-distancia-na-area-de-negocios/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Ad Hamid, N. R. (2006). An Assessment of the Internet’s Potential in Enhancing Consumer Relationships. Thesis (Doctor of Philosophy). Victoria University of Technology. Melbourne.

Bailey, S. (1997). Household Decision Making: Relative Influence of Husbands and Wives in the 1990’s. Thesis (Masters of Management Studies School of Business). Faculty of Graduate Studies and Research of Carleton University. Ottawa.

Belloni, M. L. (2009). Educação à distância. Campinas: Autores Associados.

Bolliger, D. U. & Wasilik, O. (2009). Factors Influencing Faculty Satisfaction with On-line Teaching and Learning in Higher Education. Distance Education, 30(1), 103-116.

Brandão, H. P. (2009). Aprendizagem, contexto, competência e desempenho: um estudo multinível. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações da Universidade de Brasília, Brasília.

Burma, S. (2007). Art Education Faculty and Administrators Experiences with and Perceptions of Distance Education: A Mixed Methods Study. Dissertation (Doctor of Philosophy) - Graduate School of The Ohio State University, Ohio.

Burt, S. (2000). The Strategic Role of Retail Brands in British Grocery Retailing. European Journal of Marketing, 34(8), 875-890.

Carr-Chellman, A. & Duchastel, P. (2000). The Ideal On-line Course. British Journal of Educational Technology, 31(3), 145-158.

Carvalho, C. G. (2007). Satisfação dos consumidores de terceira idade nos meios de hospedagem de Balneário Camboriú/SC. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Educação de Biguaçu, Universidade do Vale do Itajái, Biguaçu.

Comarella, R. L. (2009). Educação superior a distância: evasão discente. Dissertação (Mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Cornachione Júnior, E. B. (2004). Tecnologia da educação e cursos de Ciências Contábeis: modelos colaborativos virtuais. Tese (Livre-Docência) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Davok, D. F. (2006). Modelo de meta-avaliação de processos de avaliação da qualidade de cursos de graduação. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Duarte, S. V. & Furtado, M. S. V. (2002). Manual para elaboração de monografias e projetos de pesquisas. 3. ed. Montes Claros: Unimontes.

Fávero, L. P. L.; Silva, F L da S.; Chan, B. L.; & Belfiore, P. P. (2009). Análise de Dados: Modelagem Multivariada para Tomada de Decisões. São Paulo: Saraiva.

Ford, J. B.; Joseph, M. & Joseph, B. (1999). Importance-performance Analysis as a Strategic Tool for Service Marketers: The Case of Service Quality Perceptions of Business Students in New Zealand and the USA. The Journal of Services Marketing, 13(2), 171-186.

Gallifa, J.& Batallé, P. (2010). Student perceptions of service quality in a multi-campus higher education system in Spain. Quality Assurance in Education, 18(2), 156-170

Gall, M. D.; Gall, J. P. & Borg, W. R. (2007). Educational Research: An Introduction. 8. ed. Boston: Pearson Education.

Garrison, R. (2000). Theoretical Challenges for Distance Education in the 21st Century: A Shift from Structural to Transactional Issues. International Review of Research in Open and Distance Learning, 1(1), 1-17.

Goecking, O. H. P. (2006). Comparação de teorias da ação para explicar interações comportamentais e comportamentos reais correspondentes. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração do Departamento de Ciências Administrativas, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Granito, R. A. N. (2008). Educação a distância e estilos de aprendizagem: elaboração de um protocolo de qualidade para ambientes virtuais de ensino. Dissertação (Mestrado em Administração Organizacional) - Programa de Pós-Graduação em Administração de Organizações, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

Hashimoto, K. (2009). An Evaluation Framework for Educational Reform Projects for Teacher Quality Improvement in Developing Countries: A Case Study of Egyptian Education Reform. Doctor of Philosophy. School of Professional & Learning Studies Faculty of Education Queensland University of Technology. Brisbane.

Henckell, M. M. (2007). Evaluating Distance Education: The Student Perspective. Dissertation (Doctor of Education) - The Faculty of the Graduate School, University of Missouri, Columbia.

Instituo Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP). (2009). Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior: da concepção à regulamentação. 5. ed. Brasília: Inep.

Instituo Nacional de Estudos e Pesquisas (INEP). (2010). Censo da educação superior. Recuperado em 10 março, 2010 de http://www.inep.gov.br/superior/censosuperior/default.asp.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (2011). Resultados preliminares do universo do Censo Demográfico 2010. Recuperado em 11 julho, 2011 de http://www.ibge.gov.br/series_estatisticas/.

Johnston, J.; Killion, J. & Oomen, J. (2005). Student Satisfaction in the Virtual Classroom. The Internet Journal of Allied Health Sciences and Practice, 3(2), 1-7.

Kiesler, S. & Sproull, L. S. (1986). Response Effects in the Electronic Survey. Public Opinion Quarterly, 50(3), 402-413.

LeBlanc, G. & Nguyen, N. (1997). Searching for Excellence in Business Education: An Exploratory Study of Customer Impressions of Service Quality. International Journal of Educational Management, 11(2), 72-79.

Luzzi, D. A. (2007). O papel da educação a distância na mudança de paradigma educativo: da visão dicotômica ao continuum educativo. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Mantovani, D. M. N. & Gouvêa, M. A. (2010). Sistemas de informação na educação: o uso de uma plataforma de educação a distância no ensino de estatística plicada à administração. 7º International Conference on Information Systems and Technology Management (CONTECSI). Anais. São Paulo.

McGorry, S. Y. (2003). Measuring Quality in On-line Programs. The Internet and Higher Education, v. 6, 159-177.

MEC - Ministério da Educação. (2007). Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. Brasília: MEC.

MEC - Ministério da Educação. (2010). Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados. Recuperado em 04 maio, 2010 de http://emec.mec.gov.br/.

MEC - Ministério da Educação. (2013). Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados. Recuperado em 27 dezembro, 2013 de http://emec.mec.gov.br/.

Michel, L. M. (2010). Value-added Poultry Product Development: A Consumer Driven Approach. Thesis (Master of Science) - Department of Agricultural, Food, and Nutritional Science of the Faculty of Graduate Studies and Research of the University of Alberta. Alberta.

Middendorf, B. J. (2009). Evaluating Department Chairs’ Effectiveness Using Faculty Ratings. Dissertation (Doctor of Philosophy) - Department of Curriculum and Instruction College of Education, Kansas State University, Manhattan.

Mingoti, S. A. (2005). Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Motta, S. L. S. (2009). Estudo sobre segmentação de mercado consumidor por atitude e atributos ecológicos de produtos. Tese (Doutorado em Administração) - Departamento de Administração, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

nd. Decreto 5622, de 19 de dezembro de 2005. (2005). Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

nd. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Nichols, M. (2010). Student Perceptions of Support Services and the Influence of Targeted Interventions on Retention in Distance Education. Distance Education, 31(1), 93-113.

Oldfield, B. M. & Baron, S. (2000). Student Perceptions of Service Quality in a UK University Business and Management Faculty. Quality Assurance in Education, 8(2), 85-95.

Patton, M. Q. (2008). Utilization-focused Evaluation. Evaluation in Education and Human Services. 4. ed. Sage Publications: Thousand Oaks.

Penterich, E. (2009). Competências organizacionais para a oferta da educação a distância no ensino superior: um estudo descritivo-exploratório de IES brasileiras credenciadas pelo MEC. Tese (Doutorado em Administração) - Programa de Doutorado em Administração do Departamento de Administração, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Piercy, N. (2013). Online service quality: Content and process of analysis. Journal of Marketing Management, v. 46. doi 10.1080/0267257X.2013.839571

Poth, C. A. N. (2008). Promoting Evaluation Use Within Dynamic Organizations: a case study examining evaluator behavior. Thesis (Doctor of Philosophy) - Faculty of Education, Queen’s University, Ontario.

Ruas, R. & Comini, G. M. (2007). Aprendizagem e desenvolvimento de competências: articulando teoria e prática em programa de pós-graduação em formação gerencial. Cadernos EBAPE.BR, v. 5, Ed. Especial.

Sabir, R. I.; Ahmad, W.; Ashraf, R. U. & Ahmad, N. (2013). Factor Affecting University and Course Choice: a comparison of undergraduate engineering and business students in Central Punjab, Pakistan. Journal of Basic and Applied Scientific Research. 3(10), 298-305.

Sampieri, R. H.; Collado, C. F. & Lucio P. B. (2006). Metodologia de pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill.

Schein, M.; Perin, M. G. & Sampaio, C. H. (2009). O comportamento da compra de serviços de turismo na terceira idade. Revista Turismo Visão e Ação, 11(3), 341-357.

Scriven, M. (1991). Evaluation Thesaurus. 4. ed. California: Sage Publications, 1991.

Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresa de São Paulo (Sebrae-SP). (2010). 12 anos de monitoramento da sobrevivência e mortalidade de empresas. São Paulo: Sebrae-SP.

Silva, L. A. da. (2009). Atitude do consumidor em relação às marcas próprias de supermercados: um estudo exploratório. Dissertação (Mestrado em Administração de Organizações) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

Unesco - United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. (2002). Open and Distance Learning: Trends, Policy and Strategy Considerations. Paris: Division of Higher Education.

Veale, R. (2007). Investigating the Simultaneous Influence of Intrinsic and Extrinsic Cues: An Examination of the Interaction between Country of Origin, Price and Select Sensory Variables. Thesis (Doctor of Philosophy) - The University of Adelaide, Adelaide.

Vieira, S S da C. (2009). Avaliação de programas de educação continuada: análise da percepção do aluno e do seu modelo de decisão para escolha de programas de especialização para executivos no Brasil. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) - Departamento de Contabilidade e Atuária, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.