Panorama internacional das publicações em International Business: levantamento através da base Web of Science Outros Idiomas

ID:
3548
Resumo:
O presente artigo foi desenvolvido a partir de uma pesquisa bibliométrica, objetivando ampliar o conhecimento na área de estudo relacionada à International Business (Negócios Internacionais) e, além disso, evidenciar quais tópicos em administração, estudados junto a esse tema, estão sendo mais pesquisados e quais são mais relevantes (hot topics), por meio de uma análise qualitativa e quantitativa. Em termos qualitativos, foram verificados os assuntos tratados nas publicações pesquisadas quanto a conteúdo, palavras-chave e relevância das temáticas. Na análise quantitativa, procurou-se analisar as seguintes variáveis: total de publicações, os autores, áreas temáticas, tipos de documentos, título das fontes, ano das publicações, instituições, agências de financiamento, idiomas, países e análise do número de vezes que cada publicação foi citada por meio do índices h-b e do índice m. A partir do levantamento das publicações encontradas na base Web of Science com o índice de citações ISI Citation Indexes, no período de 1997 a 2010 (14 anos), foram encontrados 5.355 trabalhos relacionados a negócios internacionais ─ que estavam inseridos, principalmente, nas áreas de negócios (business) e gestão (management), nos quais predominava a produção de autores dos Estados Unidos (1.898 estudos). Dentre as vinte universidades com mais trabalhos, destaca-se a Universidade de Harvard ( Harvard University), com 63 publicações. Os hot topics encontrados foram performance, importação; estratégia; desenvolvimento; relações internacionais; multinacionais; conhecimento; processo de internacionalização; joint ventures; inovação; países emergentes; crescimento, políticas, redes; finanças; cultura e modos de entrada.
Citação ABNT:
CARPES, A. M.; VELTER, A. N.; SCHERER, F. L.; LÜTZ, C. Panorama internacional das publicações em International Business: levantamento através da base Web of Science. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 5, n. 2, art. 6, p. 117-139, 2010.
Citação APA:
Carpes, A. M., Velter, A. N., Scherer, F. L., & Lütz, C. (2010). Panorama internacional das publicações em International Business: levantamento através da base Web of Science. InternexT - Revista Eletrônica de Negócios Internacionais da ESPM, 5(2), 117-139.
Link Permanente:
http://spell.org.br/documentos/ver/3548/panorama-internacional-das-publicacoes-em-international-business--levantamento-atraves-da-base-web-of-science/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, 12(1), 11-32. 2006.

BANKS, M. G. (2006). An extension of the Hirsch index: indexing scientific topics and compounds. Recuperado em 7 jul. 2010, de http://www.arxiv.org/abs/physics/0604216.

BAR-ILAN, J. Web of science with the conference proceedings citation indexes: the case of computer science. Scientometrics, v. 83, p. 809-824, 2010.

BAR-ILAN, J. Which h-index? A comparison of WoS, Scopus and Google Scholar. Scientometrics, 74(2), 257-71, 2008.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

DUNNING, J. The study of international business: a plea for a more interdisciplinary approach. Journal of Internatinal Business Studies, 20(3), 1989.

DYMSZA, W. Future international business research and multidisciplinary studies. Journal of International Business Studies, 15(1), 1984.

FONSECA, E. N. Bibliometria: teoria e prática. São Paulo: Cultrix, 1986.

FORESTI, N. Estudo da contribuição das revistas brasileiras de biblioteconomia e ciência da informação enquanto fonte de referência para a pesquisa. Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil, 2010.

GARFIELD, E. (1963). Science Citation Index. Science Citation Index 1961, 1. Recuperado em 28 junho, 2010, de http://garfield.library.upenn.edu/papers/80.pdf.

GROSSE, R.; BEHRMAN, J. Theory in international business. Transnational Corporations, 1(2), 1992.

GUEDES, A. L. Negócios internacionais e gestão internacional: de onde viemos e para onde vamos? Anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 31. 2007.

HIRSCH, J. E. An index to quantify an individual’s scientific research output. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 102(46), 16569-16572. 2005.

KELLY, C. D.; JENNIONS, M. D. The h index and career assessment by numbers. Trends in Ecology and Evolution, 21(4), 167-170. 2006.

KUAZAQUI, E.; LISBOA, T. C. Estratégias de entrada e operações em mercados internacionais: China. 5èmme colloque de l’IFBAE, Grenoble, França, 2009.

SCHERER, F. L. Negócios internacionais: a consolidação de empresas brasileiras de construção pesada em mercados externos. Tese de doutorado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil, 2007.

THOMSON SCIENTIFIC. Web of Science. Acesso em 28 junho,2010, de http://scientific.thomson.com/products/wos/.