Discurso e as cidades: um estudo sobre Cataguases-MG baseado na produção literária modernista da Revista Verde Outros Idiomas

ID:
43839
Periódico:
Resumo:
A adoção das cidades como objeto de estudo tem se tornado cada vez mais frequente na administração, em particular no campo dos estudos organizacionais. É nesta seara que nosso trabalho se insere. Aqui buscamos compreender as relações dialéticas existentes entre o discurso literário sobre cidades e as questões de ordem material nelas existentes. De maneira mais específica, analisamos estas relações no conteúdo da Revista Verde, publicação modernista importante da década de 20, cujo berço foi a cidade de Cataguases-MG. O pano de fundo teórico-metodológico tem como perspectivas a concepção marxista do discurso, a relação dialética entre base e superestrutura e o caráter ideológico do modernismo brasileiro. Os resultados apontam que as relações materiais inteiramente contraditórias são convenientemente ignoradas. Dessa forma, permite aos poetas da Revista Verde atribuírem a incompreensão da produção literária ao desinteresse da população, sem recobrar o ponto de partida para tal distanciamento nas próprias condições sociais existentes, em particular no trabalho extenuante nas fábricas da cidade.
Citação ABNT:
XAVIER, W. S.; CARRIERI, A. P. Discurso e as cidades: um estudo sobre Cataguases-MG baseado na produção literária modernista da Revista Verde. Cadernos EBAPE.BR, v. 14, n. 4, p. 949-965, 2016.
Citação APA:
Xavier, W. S., & Carrieri, A. P. (2016). Discurso e as cidades: um estudo sobre Cataguases-MG baseado na produção literária modernista da Revista Verde. Cadernos EBAPE.BR, 14(4), 949-965.
DOI:
http://dx.doi.org/10.1590/1679-395148118
Link Permanente:
http://spell.org.br/documentos/ver/43839/discurso-e-as-cidades--um-estudo-sobre-cataguases-mg-baseado-na-producao-literaria-modernista-da-revista-verde/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português