A relevância do goodwill no processo de avaliação das empresas brasileiras Outros Idiomas

ID:
7090
Resumo:
Este trabalho tem por objetivos: (i) Analisar a relevância das variáveis contábeis para explicar o comportamento dos preços das ações das empresas brasileiras negociadas na Bovespa; (ii) Propor um modelo para cálculo do goodwill; (iii) Verificar o poder explicativo incremental do goodwill no preço das ações. Estudos internacionais sobre capital intangível e goodwill destacam que as informações contábeis elaboradas conforme as normas e padrões americanos, especificamente para as empresas da nova economia, não possuem poder preditivo para a avaliação do comportamento dos preços das ações. A amostra utilizada compõe-se de empresas financeiras e não financeiras, selecionadas entre as que possuíam ações (ON e PN) negociadas na Bovespa, no período de 1998 a 2006. Foi utilizada a técnica de dados em painel e, de acordo com os resultados obtidos, constatou-se que os preços correntes das ações das empresas brasileiras podem ser explicados por variáveis contábeis (lucro, patrimônio, ativo diferido) e pelo goodwill, com coeficientes estatisticamente significantes.
Citação ABNT:
DALMÁCIO, F. Z.; REZENDE, A. J.; LIMA, E. M.; MARTINS, E. A relevância do goodwill no processo de avaliação das empresas brasileiras. BASE - Revista de Administração e Contabilidade da UNISINOS, v. 8, n. 4, art. 7, p. 359-372, 2011.
Citação APA:
Dalmácio, F. Z., Rezende, A. J., Lima, E. M., & Martins, E. (2011). A relevância do goodwill no processo de avaliação das empresas brasileiras. BASE - Revista de Administração e Contabilidade da UNISINOS, 8(4), 359-372.
DOI:
10.4013/base.2011.84.07
Link Permanente:
http://spell.org.br/documentos/ver/7090/a-relevancia-do-goodwill-no-processo-de-avaliacao-das-empresas-brasileiras/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABOODY, D.; LEV, B. The value relevance of intangibles: the case of software capitalization. Journal of Accounting Research, 36(supplement), 161-191. http://dx.doi.org/10.2307/2491312. 1998.

ALENCAR, R.C.; DALMÁCIO, F.Z. A relevância da informação contábil no processo de avaliação de empresas brasileiras – Uma Análise dos Investimentos em Ativos Intangíveis e seus efeitos sobre value-relevance do lucro e do patrimônio líquido In: ENANPAD, 30, Salvador, Anais... ANPAD, p. 1-16. 2006.

AMIR, E.; LEV, B.; SOUGIANNIS, T. What value analysts? Disponível em: http://ssrn.com/abstract=193428. Acesso em: 07/12/2004. 1999.

AMIR, E.; LEV, B. Value-relevance of nonfinancial information: The wireless communications industry. Journal of Accounting and Economics, v. 22, p. 3-30. http://dx.doi.org/10.1016/S0165-4101(96)00430-2. 1996.

BALL, R.; BROWN, P. An empirical evaluation of accounting income numbers. Journal of Accounting Research, v. 6, p. 159-178. http://dx.doi.org/10.2307/2490232. 1968.

BEAVER, W.; CLARKE, R.; WRIGHT, W. The association between unsystematic security returns and the magnitude of the earnings forecast error. Journal of Accounting Research, v. 17, p. 316-340. http://dx.doi.org/10.2307/2490507. 1979.

BEAVER, W. The information content of earnings announcements. Journal of Accounting Research, v. 6, p. 67-92. http://dx.doi.org/10.2307/2490070. 1968.

BERNARD, V. L. The Feltham-Ohlson framework: Implications for empiricists. Contemporary Accounting Research, v. 11, p. 733747. http://dx.doi.org/10.1111/j.1911-3846.1995.tb00463.x. 1995.

BEUREN, I. M. (org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo, Atlas, 200 p. 2003.

BOARD, J. L .G.; WALKER, M. Intertemporal and cross-sectional variation in the association between unexpected accounting rates of return and abnormal returns. Journal of Accounting Research, v. 28, p. 182-192. http://dx.doi.org/10.2307/2491222. 1990.

CIMA – THE CHARTERED INSTITUTE OF MANAGEMENT TERMINOLOGY. Management Accounting Offi cial Terminology. London, Chartered Institute of Management Accountants, 114 p. 1996.

COLLINS, D.; MAYDEW, E.; WEISS, I. Changes in the valuerelevance of earnings and book values over the past forty years. Journal of Accounting and Economics, v. 24, p. 39-68. http://dx.doi.org/10.1016/S0165-4101(97)00015-3. 1997.

CPC 04. Comitê de Pronunciamentos Contábeis, 44 p. Disponível em: http://www.cpc.org.br/pdf/CPC_04n.pdf. Acesso em: 25/03/2011. 2009.

EDVINSSON, L.; MALONE, M. S. Capital intelectual. São Paulo, Makron Books, 214 p. 1998.

FIPECAFI - FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS CONTÁBEIS, ATUARIAIS E FINANCEIRAS. Avaliação de Empresas: da Mensuração Contábil à Econômica. São Paulo, Atlas, 414 p. 2001.

FUKUI, Y. A Data Admissible Ohlson Model. [s.l.], Social Science Research Network. Disponível em: http://papers.ssrn.com. Acesso em: 11/12/2004. 2001.

GYNTHER, R. S. Some “conceptualizing” on goodwill. The Accounting Review, 44(2), 247-255. 1969.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da contabilidade. São Paulo, Atlas, 550 p. 1999.

IUDÍCIBUS, S de; LOPES, A. L. (org.). Teoria avançada da contabilidade. São Paulo, Atlas, 300 p. 2004.

IUDÍCIBUS, S de. Teoria da contabilidade. São Paulo, Atlas, 356 p. 2004.

LEE, C. M. C. Accounting-Based Valuation: Impact on business practices and research. Accounting Horizons, 13(4), 413-425. http://dx.doi.org/10.2308/acch.1999.13.4.413. 1999.

LEV, B. On the usefulness of earnings and earnings research: Lessons and directions from two decades of empirical research. Journal of Accounting Research, 27(supplement), 153-192. http://dx.doi.org/10.2307/2491070. 1989.

LEV B.; RADHAKRISHNAN S. The measurement of firm-specifi c organization capital. NBER Working Paper Series, Cambridge. Disponível em: http://www.nber.org/papers/w9581.pdf. Acesso em: 25/03/2011. 2003.

LEV, B. Sharpening the intangibles edge. Harvard Business Review, n. June, p. 109-116. 2004.

LEV, B. The boundaries of financial reporting and how to extend them. Journal of Accounting Research, 37:353-385. http://dx.doi.org/10.2307/2491413. 1997.

LEV, B.; ZAROWIN, P. The boundaries of financial reporting and how to extend them. Journal of Accounting Research, 37(2), 353-385. http://dx.doi.org/10.2307/2491413. 1999.

LOPES, A. B. A informação contábil e o mercado de capitais. São Paulo, Thomson, 148 p. 2002.

LOPES, A. B. A relevância da informação contábil para o mercado de capitais: o modelo de Ohlson aplicado à BOVESPA. São Paulo, SP. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo, 308 p. 2001.

LUNDHOLM, R. J. A Tutorial on the Ohlson and Feltham/Ohlson Models: Answers to some Frequently Asked Questions. Contemporary Accounting Research, v. 11, p. 749-761. http://dx.doi.org/10.1111/j.1911-3846.1995.tb00464.x.1995.

MARTINS, E. Contribuição à avaliação do ativo intangível. São Paulo, SP. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo, 109 p. 1972.

MARTINS, G de A. Manual para elaboração de monografias e dissertações. São Paulo, Atlas, 116 p. 2000.

MONOBE, M. Contribuição à mensuração e contabilização do Goodwill não adquirido. São Paulo, SP. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo, 183 p. 1986.

NASCIMENTO, A. M. Uma contribuição para o estudo dos custos de oportunidade. São Paulo, SP. Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo, 198 p. 1998.

OHLSON, J. A. Earnings, book values, and dividends in equity valuation. Contemporary Accounting Research, v. 11, p. 661-687. http://dx.doi.org/10.1111/j.1911-3846.1995.tb00461.x. 1995.

OHLSON, J. A.; JUETTNER-NAUROTH, B. E. Expected EPS and EPS growth as determinants of value. Review of Accounting Studies, v. 10, p. 349-365. http://dx.doi.org/10.1007/s11142-005-1535-3. 2005.

OWENS, R. N. Goodwill in the accounts. The University Journal of Business, 1(3), 282-299. http://dx.doi.org/10.1086/506674. 1923.

REZENDE, A. J. A relevância da informação contábil no processo de avaliação de empresas da nova e velha economia: uma análise dos investimentos em ativos intangíveis e seus efeitos sobre value-relevance do lucro. BBR – Brazilian Business Review, v. 2, p. 33-52. 2005.

REZENDE, A. J.; LOPES, A. B. A relevância da informação contábil no processo de avaliação de empresas da nova e velha economia – Uma análise dos investimentos em ativos intangíveis e seus efeitos sobre value-relevance do lucro e do patrimônio líquido In: SOCIEDADE BRASILEIRA DE FINANÇAS, 5, São Paulo, 2005. Anais... São Paulo, p. 1-18. 2005.

STEWART, T. A. Capital intelectual: A nova vantagem competitiva das empresas. Rio de Janeiro, Campus, 237 p. 1998.

STRONG, N.; WALKER, M. The explanatory power of earnings for stock returns. The Accounting Review, 66(2), 385-399. 1993.

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Positive Accounting Theory. New Jersey, Prentice-Hall, Inc., 400 p. 1986.

YANG, J. M. The valuation of intangibles. The Accounting Review, 2(3), 223-231.1927.